Chegam as personagens

“A relação entre filosofia e literatura é uma luta. O olhar dos filósofos atravessa a opacidade do mundo, apaga sua espessura carnosa, reduz a variedade do que existe a uma teia de relações entre conceitos gerais, estabelece as regras pelas quais um número finito de peões movimentando-se sobre um tabuleiro esgota um número talvez infinito de combinações. Chegam os escritores, e as abstratas peças de xadrez – reis, rainhas, cavalos e torres – são substituídas por um nome, uma forma determinada, um conjunto de atributos reais ou equinos; no lugar do tabuleiro, estendem campos de batalha poeirentos ou mares borrascosos; eis que as regras do jogo saltam pelos ares, eis que uma ordem diferente daquela dos filósofos se deixa descobrir aos poucos. Isto é: quem descobre essas novas regras do jogo são, novamente, os filósofos, que voltaram para a desforra, para demonstrar que a operação que os escritores cumprem pode ser reduzida à deles, filósofos, e que as torres e os bispos determinados não passavam de conceitos gerais disfarçados.”

Xadrez

Quem isto escreveu foi um dos grandes romancistas e pensadores do século XX, Italo Calvino, autor d’As cidades invisíveis (ed. original, 1972), de Se numa noite de inverno um viajante (1979) e de Palomar  (1983). E também dos ensaios insertos em Porquê ler os clássicos (1991) e no genial e premonitório conjunto de Seis propostas para o próximo milénio (1990).

 No texto que extensivamente acima está citado, Calvino aponta também para personagens  romanescas, sem ter que explicitar  nomes nem delinear rostos. Quando os escritores (os romancistas) dão nomes e feições humanas a figuras disseminadas nas ficções que engendram (algo mais do que peças de xadrez), não fazem outra coisa que não seja  atribuir corpo, voz e olhar carnal às ideias, aos valores e aos temas que os filósofos pensaram. Os campos de batalha e os mares borrascosos  por onde se espalham  as ideias feitas personagens são cidades e conflitos sociais, paisagens e mutações históricas, tensões amorosas, ambições recônditas, ofensas e perdões, pecados e atos de contrição, invejas e gestos de tolerância. Combinações infinitas, em suma. Só no mundo ficcional das ações  romanescas aquelas ideias e aqueles temas (o sentido da vida, a vivência do tempo, a inevitabilidade da morte, a questionação do Além, o absurdo da existência) ganham  densidade e concretude. É por essa densidade e por essa concretude que somos tocados, enquanto leitores comuns de personagens às vezes incomuns, sejam  Dom Quixote ou Ema Bovary,  Leopold Bloom ou Ana Ozores,  Brás Cubas ou Julien Sorel.

Italo Calvino (1923-1985)

Italo Calvino (1923-1985)

A desforra dos  filósofos de que fala Calvino  desvela e confirma a dimensão de transcendência que lemos e relemos nas personagens que atravessaram o seu tempo, chegaram até nós e entre nós permanecem. Uma outra maneira de fazer filosofia, afinal. Ou de descobrir que, por detrás de um grande romancista e das personagens que ele criou, sempre se esconde um filósofo que não ousou sê-lo plenamente. É quase isso que nos diz Eça de Queirós, quando, com mal disfarçada ironia, declara: “Eu era, sou ainda, em filosofia, um turista facilmente cansado”.

 C. Reis (o texto de Calvino encontra-se em Assunto encerrado. Discursos sobre literatura e sociedade, ed. Companhia das Letras, 2009).

3 comentários

Filed under Filosofia, Italo Calvino

3 responses to “Chegam as personagens

  1. Livia Barreto

    Caro Professor, deixo-lhe aqui algunas palabritas do Rafael Argullol:
    “Desde siempre he defendido que es un gran error, un prejuicio, una incapacidad, de la tradición occidental haber separado las figuras del filósofo y el escritor. El punto de vista del filósofo y del artista deben fusionarse. La filosofía es un ejercicio inacabado de preguntas y el arte es un ejercicio imperfecto e inacabado de respuestas: todo es un mismo circuito”.

  2. Silvania Chagas

    Good! Very good! Excellent! Congratulations!!!

  3. Ilmara Valois

    Muito bom!!!! A literatura é mesmo uma filosofia que vale a pena conhecer e compartilhar!!!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s